GERAL

SP tem quarentena prorrogada até 31 de maio. Lockdown não está descartado.



A quarentena para conter a disseminação do coronavírus no Estado de São Paulo será prorrogada até o dia 31 de maio, anunciou nesta sexta-feira (08) o governador paulista, João Doria (PSDB), que afirmou ser impossível relaxar as medidas de restrição, como fechamento do comércio não essencial, num momento em que a curva da pandemia está em ascensão.

"Como governador de São Paulo, eu gostaria de dar uma notícia diferente da que vou dar agora, mas o cenário é desolador. Teremos que prorrogar a quarentena até 31 de maio", disse Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

No dia 22 de abril, Doria anunciou que o governo elaborava um plano para reabertura da economia paulista --que dependeria do andamento da pandemia no Estado, da adesão ao isolamento social e da ocupação de leitos-- a partir do fim do decreto atual, no dia 10 de maio, e que seria detalhado nesta sexta.

Segundo o governador, o avanço da pandemia em São Paulo --com a aceleração do número de casos-- e a baixa adesão ao isolamento social --que tem estado abaixo de 50% em dias de semana-- inviabilizaram a reabertura.

"Nenhum país do mundo conseguiu relaxar o isolamento social com a curva de contaminação em alta. Repito: nenhum", disse Doria.


 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM